Segunda-feira, 23 de Julho de 2007

Meio termo

Vou-te dizer como sangra a minha alma.

Ainda pior que a convicção do não, é a incerteza do talvez, é a desilusão de um quase. É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata, mostrando-me tudo que poderia ter sido e não foi. Quem quase ganhou ainda joga, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou. Basta pensar nas oportunidades que escapam pelos dedos, nas oportunidades que se perdem por medo.

A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai. O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que trago dentro de mim.

Para os erros há perdão; para os fracassos, chance; para os amores impossíveis, tempo. Desconfia do medo e acredita em ti.

É a incerteza que me estremece o sonho. Preciso de sonhar para contiinuar vivo. É que se quem está quase morto ainda vive, quem está quase vivo.... já morreu.

E eu preciso de saber em que quase eu estou.


lágrimas de olhosquechoram às 18:11
link do post | limpa-me as lágrimas | ver lágrimas caídas (4) | favorito
Domingo, 22 de Julho de 2007

Bússola

“Orienta a tua vida!”, dizes-me vezes sem conta. É o que eu tento fazer. Preciso orientar a minha vida segundo a orientação que o meu coração me dá. O caminho para a minha felicidade é-me indicado pela bússola do meu coração, dos meus sentimentos. Só estes conseguem provar-me onde posso ser feliz, onde me posso sentir bem. É a eles que eu tenho de ouvir. Todas as razões da razão de nada servem se não vivermos com emoção. Todos os meus sentimentos indicam-me um só caminho. Como que traçado por qualquer mágica força é por esse caminho que encontro a minha harmonia, a minha felicidade. É o teu caminho. A bússola do meu coração aponta para ti. Sem tremedeiras, sem hesitações, sem medos, sem dúvidas. É para lá que me devo orientar. É nessa direcção que a minha vida precisa de se orientar.

lágrimas de olhosquechoram às 17:18
link do post | limpa-me as lágrimas | ver lágrimas caídas (1) | favorito
Sexta-feira, 20 de Julho de 2007

Sempre te amei...

Mesmo quando vivia na sombra de te desconhecer, mesmo antes de descobrir quem tu és, amava-te! Sempre te amei.
Todos nós, ao longo da nossa vida, vamos idealizando a pessoa ideal, perfeita. Perfeita não no sentido de não ter imperfeições, mas no sentido de amarmos até essas imperfeições.
Eu não fugi à regra e fui criando e amando uma pessoa que, não existindo, cumpria e satisfazia o que eu julgava ser necessário.
Até te conhecer. Até te descobrir.
Quando te conheci, quando te descobri, percebi que a pessoa que idealizava como perfeita existia e pecava por excesso. Tu és mais do que aquilo que eu sempre sonhei. Sempre te amei. Tal como tu és. Mesmo sem saber que eras tu, amava-te. Hoje, que te conheço, sei que és tu que encarnas o meu sonho.
Amo-te ainda mais do que sempre te amei. Desejo-te ainda mais do que sempre te desejei.
 
Sempre fizeste parte do meu inaginário. Agora que sei que existes..... não te posso perder!

lágrimas de olhosquechoram às 17:04
link do post | limpa-me as lágrimas | ver lágrimas caídas (1) | favorito
Quinta-feira, 19 de Julho de 2007

...

Adoro saber-me teu, mesmo que não sejas minha.
Adoro que me tenhas, mesmo que não te tenha.
Adoro entregar-me a ti, mesmo que não te entregues a mim.
 
Ardo neste amor por ti cuja chama, de tão forte que é, não me transforma em cinzas. A dor que sinto por te não ter fica na sombra do prazer em amar-te.
 
O amor incondicional e o desejo infinito são sentimentos tão raros que deverão ser vividos, consumidos e explorados quando nos tocam. Nunca temidos.
 
O medo não pode destruir um amor. O amor, este sim, destrói qualquer medo.

lágrimas de olhosquechoram às 12:29
link do post | limpa-me as lágrimas | ver lágrimas caídas (2) | favorito
Segunda-feira, 16 de Julho de 2007

Olhos que choram... de felicidade!

Ainda mal tinha acordado olhei para o outro lado da cama. Os raios de sol que invadiam o quarto pela janela aberta iluminavam-te, fazendo de ti como que um anjo adormecido. Dormias a meu lado. O meu coração batia forte, apaixonadamente descontrolado. Fiquei a olhar para ti num tempo que desejei infinito, contemplando aquele teu ar angelical, doce, belo. O teu corpo despido esbanjava beleza, reflectindo para mim a perfeição do momento. Desejei acordar-te. Quis ter-te acordada. Mas preferi ficar a olhar para ti. Olhando para ti, ali, deitada a meu lado, adormecida num descanso profundo, senti-me completo, feliz. Adormecer a tocar-te, acordar a sentir-te…. Que sonho é este que estou a viver? O meu corpo estremeceu com o que os meus olhos viam. Lembrei-me de todas as vezes que sonhava com este momento. Ter-te. Saber-te minha. Não quero saber por quanto tempo. Uma noite? Um dia? Dois dias? Um mês? Eternamente? Não quero saber. Quero apenas lembrar-me que já foste minha. Mas desejo ter-te para sempre. Agora sei-o: contigo sou todo eu feliz.
Quero fazer deste acordar um momento eterno

lágrimas de olhosquechoram às 15:35
link do post | limpa-me as lágrimas | ver lágrimas caídas (1) | favorito
Quarta-feira, 11 de Julho de 2007

O tempo passa...

O tempo passa, o sentimento cresce.....

Os dias vão se seguindo, um atrás de outro, e a ausência de ti acompanha cada segundo desses dias, intercalados pela solidão das noites, onde tu repousas longe de mim.

As memórias perduram no tempo e lembram-me que a espera é uma virtude de todo aquele que aspira a ser feliz.

O tempo é o juiz da vida.

Há um tempo para chorar. Um tempo para rir. Um tempo para perder. Um tempo para saber perder. Um tempo para ganhar. Um tempo para saltar. Um tempo para arriscar. Um tempo para esperar.

Há um tempo infinito para amar. Há um tempo infinito para ser feliz.

Amo-te. Num amor que sinto eterno e infinito. Numa procura de receber e dar felicidade.

O desespero de te não ter invade-me a alma...

... mas sei esperar. Tenho de saber esperar. Por ti. Por nós.

O tempo levar-nos-à à felicidade.


lágrimas de olhosquechoram às 12:32
link do post | limpa-me as lágrimas | ver lágrimas caídas (2) | favorito
Terça-feira, 10 de Julho de 2007

Mais palavras para quê?

Simplesmente amo-te!

Simplesmente desejo-te!

Simplesmente és a minha metade da laranja!


lágrimas de olhosquechoram às 20:31
link do post | limpa-me as lágrimas | favorito
Segunda-feira, 9 de Julho de 2007

O meu karma

Há alturas na vida que o universo desaba sobre as nossas cabeças. Tudo o que acreditamos, tudo o que desejamos, de repente transforma-se em monstros que nos invadem a alma e nos matam, como espadas cravadas nos nossos sonhos, que espalham em mil pedaços o nosso amor-próprio. A incompreensão das coisas destrói-nos. Não compreendermos os outros, porque os outros não nos compreendem, arruína o nosso ser, afoga-nos num mar de dúvidas e de decepção. Decepcionamo-nos connosco próprios, pois decepcionamo-nos com aqueles que não conseguimos compreender, que são aqueles de quem mais gostamos. A culpa (sim. Aqui há culpa) é nossa. Depositamos demasiada confiança nas pessoas que não podem, não querem, não são obrigadas a satisfazer as nossas expectativas, que, de tão belas que são, levam-nos para um universo de sonho, de levitação de espírito, que, quando defraudado, desaba nas nossas cabeças.
Assim me sinto eu. Sinto-me destruído, pois esperei demais. Coloquei esperanças de ti. Tu sempre as recusaste. Hoje sei que tinhas razão. Nunca serás minha. Nunca me desejarás.
Porém, destruído e despejado de qualquer respeito por mim próprio, sinto-me orgulhoso e afortunado, só porque te amo. Antes destruído de amor por ti do que nunca te ter amado.

lágrimas de olhosquechoram às 17:33
link do post | limpa-me as lágrimas | favorito
Quinta-feira, 5 de Julho de 2007

Procuro-te

Olho incessantemente para ti na vã esperança de sentir em ti algo que me queiras dizer. Olho-te para os olhos, olho-te firmemente nos olhos, com fé de ver neles o teu coração. Olho para o teu sorriso, olho as tuas expressões à espera de encontrar os teus desejos, as tuas ambições, os teus anseios.
Nada. Não encontro nada.
Talvez eu não seja merecedor de desvendar o que te vai na alma.
Tento encontrar o mapa de ti e nele procurar os caminhos que me levarão ao teu íntimo, ao teu eu. Procuro a chave de ti, para te abrir e descobrir a tua alma.
Em vão tenho tentado encontrar-te.
Compreendendo-te conseguirei mostrar-te e fazer-te acreditar o quanto tu e eu seremos felizes num NÓS.
sinto-me: Feliz ao teu lado

lágrimas de olhosquechoram às 20:29
link do post | limpa-me as lágrimas | ver lágrimas caídas (1) | favorito

Espero por ti

Espero por ti
calmamente
olhando para ti,
para nós,
imaginando-nos,
o que nunca fomos,
o que seremos.
 
Espero por ti
ansiosamente
sofrendo a paixão,
a magia,
chorando-nos,
pelo tempo perdido,
pelo tempo que há-de vir.
 
Espero por ti
alegremente
faminto de ti,
de amor,
querendo-nos,
para o agora,
para o sempre.
 
Espero por ti
apaixonadamente,
desesperando-me por nós
pelo amor por fazer,
amando-te,
pelo que és,
pelo que me és.

lágrimas de olhosquechoram às 12:19
link do post | limpa-me as lágrimas | ver lágrimas caídas (3) | favorito

.lágrimas recentes

. Interruptor

. Pedras no caminho

. Saudades.....

. Plágio

. És a minha felicidade

. Meio termo

. Bússola

. Sempre te amei...

. ...

. Olhos que choram... de fe...

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 23 seguidores

.lágrimas antigas

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
24
25

26
30
31


SAPO Blogs

.subscrever feeds